sábado, 3 de novembro de 2012

RESENHA - Cinquenta tons de cinza

Cinquenta tons de cinza, livro 1
de E.L. James,
editora intrínseca.

Sinopse
Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja. www.cinquentatonsdecinza.com

Eis a primeira resenha do blog.
E logo de cara falo desse livro tão comentado e polêmico! Entre os mais vendidos no mundo e no Brasil está na boca do povo, e principalmente da mulherada, então me perguntei por que será?

É um livro adulto, ou seja erótico, a curiosidade por ele começa ai.
Reportagens e mais reportagens sobre o tema, além de ser considerado pela Veja, o livro mais comprado ocupando o primeiríssimo lugar a mais de 14 semanas, ( fonte http://veja.abril.com.br/livros_mais_vendidos/), sem dúvida um fenômeno de vendas e de comentários.


Lógico que a curiosidade não me fugiu, e resolvi ler. Bem, confesso, nunca havia lido nenhum livro desse gênero (erótico) antes, porém estranhei algumas coisas.

O livro é completamente escrito com linguagem adolescente, mesmo sendo destinado a adultos. Fiquei curiosa e ainda mais sabendo que a escritora de adolescente, não tem nada. (Desculpa mas é verdade).
Então qual era a intenção da escritora afinal? Por que será que ela aderiu a linguagem adolescente presente em tantos "livrinhos modinhas" por ai ?

Esclarecendo aos que não entenderam o fenômeno dos "livrinho modinhas" mencionado acima, são livros romantizados ao extremo, com extrema apelação ao mimimi, chegando até a ser infantilizado em alguns momentos por paixonites adolescentes.

Quem acha que isso combina com genero erótico levanta a mão.

Estamos tratando de um livro proibido para menores de 21 anos, kkkk.
Bem, o enredo é interessante até certo ponto, mas ja no início do livro o conteúdo  ja começa a esquentar até chegar ao limite de estagnação, o resto do conteúdo é totalmente repetitivo sem maiores surpresas (uma pena).
Enfim, o livro mereceria todas essas condecorações se ele realmente fosse melhor escrito.

Gostei de todo mistério em volta do personagem Christian Grey, um dos únicos motivos que nos instiga a ler os outros livros da série somente por isso, pois não gostei nada, nada da personlidade de Ana Steele. Muito bobinha, infantil e inocente, (uma pena também), pelo menos conforme o livro avança ela vai crescendo em algumas coisas, inclusive no que se trata ao sexo né. De virgem à "depravada".  Depravação leve vai, a escritora poderia ter apimentado mais, enriquecido o vocabulário com termos usando ao menos sinônimos e não repetitivo.
O livro tem muito desses termos repetitivos e chega até em certos momentos ser cansativo, um exemplo da qual me irritei por várias vezes, foi os constantes intraves de Ana Steele e sua "Deusa interior" que clamava cada vez mais por aventuras sexuais, acho que quem leu também de certa forma até apoiava a Srta Deusa de Ana.

O livro tem um apelo bem que sutil à análise psicológica do personagem Grey, ele teve uma infancia nada fácil mas que ainda não é revelado, isso foi sem dúvida o prêmio de consolação da triologia.

Bom ja estou lendo o segundo livro, Cinquenta tons mais escuros, e a próxima resenha será em breve.

No mais espero que eu não tenha desistimulado ninguém que ainda não leu, pois só realmente conhecemos um livro se lermos. Cada um com seu gosto.

Sempre gosto de ler resenhas depois do livro lido. Realmente acabamos nos identificando com algum e dando muitas risadas também.

Cheguei a ler um que rotula o Cinquenta tons de cinza como “pornô para mães”. rsrs
Sem mais cometários espero ler os de vocês!


Avaliação do livro!









12 comentários:

  1. Ei Izabella,

    Bem vinda a blogosfera. ^^
    Eu ainda não li, mas está entre minhas próximas leituras, vejo gente amando, gente falando muito mal, vamos ver o que vou achar hehe.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só da pra tirar alguma conclusão lendo mesmo!
      Por isso dele ser tão polêmico!

      Boa leitura, e bem vinda ao BellaLetra também!

      Excluir
  2. Oi Izabella, bem eu li o livro, e não discordo com vocÊ sobre a linguagem do livro, mas creio que o que todas as mulheres amaram foi a figura que foi feita do Sr: Grey, lindo, sexy e problemático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te confesso que também o que me interessou foi o personagem principal. Imaginar é muito bom né ;)

      Melhor ainda se o filme mesmo for interpretado pelo gatíssimo Ian Somerhalder (aquele do The Vampire Diaries).

      Adooorooo!

      Seja bem vinda no blog!

      Excluir
  3. HAHAHAH Acho que ainda não li nenhuma resenha de 50 Tons que tenha deixado de falar da "Deusa Interior" da Ana! HAHAHAH

    Eu ainda não li o livro, não tive curiosidade e a quantidade de gente que fala que ele é ruim em desanima.

    Confesso que há umas semanas, tive muita curiosidade de lê-lo porque percebi que realmente TODO MUNDO estava lendo, quero dizer, até a minha madrasta!!! hahahahah

    Enfim, não sei quando nem se eu vou ler, mas.. haha

    Beijos,
    Gabi - Está Inspirada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, ler é preciso!
      Ainda mais um livro tão comentado!
      Derrepente você gosta?

      É interessante saber que esse livro está conquistando das 18 aninhos às 50tonas !!! Por que será ?
      rsrs

      Seja bem vinda ao blog Gabi! :)

      Excluir
  4. Acho que sou uma das poucas blogueiras que se negou a ler esse livros kkkk

    Não sou contra livros hots, pelo contrario, sou fã de escritoras como Kresley Cole e J.R. Ward, mas 50 tons de cinza sempre me pareceu exatamente o que você falou que leu em uma resenha, 'pornô para mães' e com a pilha de livros em minha lista de leitura decidi nem ao menos perder tempo com ele.

    Seu blog está lindo parabéns.
    Nel
    Mais um blog sobre livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nel!
      Como blogueiras temos que ler para dar nossa opinião, porém é como você mesma disse, existem tantos outros livros para ler, e o tempo é pouco e a lista é imensa.

      Mas analisando bem em especial o fenômeno, é uma época em que a mulher está mais livre mais liberta em suas opiniões e acredito que isso seja um adeus a idade machista !

      Seja bem vinda ao blog!

      Excluir
  5. Respostas
    1. Boa leitura Luciana!

      Seja bem vinds ao BellaLetra!

      Excluir
  6. Comprei o livro e cheguei a ler algumas paginas dele mas sabe? Eu achei uma idiotice esse livro, p/ vc ter uma ideia eu garrei um nojo dele q emprestei e nem acabei de ler ele, mas quando eu acabar pode ter certeza de que a resenha sera BEM negativa.

    www.resenhasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naylane!
      Me surpreendi com o livro, realmente esperava mais ele, mas o fato do protagonista ser a totalidade da perfeição que uma mulher espera de um homem (tirando alguns detalhes) é que fez com que tantas amassem ele.
      Estou lendo ja o segundo livro, e outra surpresa, estou amando a estória. Quero muito ver o final e o terceiro para tirar total conclusões!
      Seja bem vinda!

      Excluir